Nota do Departamento e Cursos de Ciências Sociais em solidariedade ao estudante Luiz Fernando de Lima Teixeira.

26 de junho de 2019

Todas e todos que fazem o Departamento de Ciências Sociais e os Cursos de Ciências Sociais da UFC manifestam a sua solidariedade ao estudante Luiz Fernando de Lima Teixeira. Afirmamos que o nosso Departamento defende uma Universidade plural, acolhedora e solidária aos estudantes negros que integram o corpo discente. Entendemos que essas pessoas não podem continuar sofrendo abusos de sujeitos responsáveis pela segurança patrimonial da Universidade Federal do Ceará (UFC). Pelo contrário, a segurança tem que ser parte de uma política abrangente de promoção dos direitos humanos e consciente da sua responsabilidade social. Como servidores públicos da UFC, repudiamos todas as manifestações racistas que, porventura, afetem a comunidade acadêmica em suas dinâmicas de trabalho e estudo. Prezamos por uma UFC inclusiva e capaz de orientar a sociedade para a superação de um fenômeno social que atinge milhares de pessoas negras, no Brasil. A experiência de Luiz Fernando retrata a dor e o sofrimento de pessoas que são abordadas, diariamente, por operadores de segurança despreparados e, muitas vezes, também alvos de práticas racistas. Defendemos que além dos elementos administrativos e legais, a situação tenha consequências pedagógicas em todas as instâncias e pessoas que fazem a UFC. Esperamos nada menos do que ações institucionais comprometidas com a transformação mais ampla da sociedade brasileira em uma comunidade moral e política que, entre outras coisas, permite a convivialidade democrática entre as diferenças. Queremos comunicar que o nosso estudante não está sozinho e estamos aqui juntos na luta por uma sociedade sem racismo. Nossa missão é construir uma sociedade em que ninguém é abordado por sua classe ou sua cor. Isso ainda é uma utopia, mas deve ser essa a utopia presente nas maneiras de formar servidores públicos e orientar as suas ações no âmbito da instituição.